Dicas de viagem: O Guia Completo para Viajar

dicas de viagem
faça justiça com a resolvvi

Quer ficar por dentro de dicas de viagem para que seu próximo destino seja inesquecível? Então não deixe de conferir este artigo!

Viajar está entre as práticas mais prazerozas e sonhadas pelos brasileiros!

Só em 2021, mesmo com a pandemia, os brasileiros realizaram 13,4 milhões de viagens.

Diante disso, contar com dicas de viagem é uma boa saída quando se busca planejar o próximo destino.

Sendo assim, preparamos este artigo com dicas valiosas para a sua viagem.

Ficou curioso(a)? Então não deixe de acompanhar a leitura.

👉 Teve problema com voo na sua última viagem? Descubra seus direitos e se pode receber uma indenização!

Dicas de viagem: Orçamento para viajar

Sempre que falamos de dicas de viagem, não podemos deixar de fora o orçamento, ou seja, o planejamento dos gastos no destino escolhido.

Isso porque, antes mesmo de embarcar, alguns gastos já devem estar previstos e garantidos.

E, afinal, ninguém quer passar por transtornos financeiros durante a viagem e nem depois, não é mesmo?

Sendo assim, começaremos as nossas dicas de viagem pelos possíveis gastos que você terá e como economizar neles!

Orçamento para viajar: Gastos com antes de embarcar

Aqui, as nossas dicas de viagem são: use e abuse das pesquisas na internet e economize com o que for possível, fazendo com que sobre mais dinheiro para aproveitar o destino!

Com esta possibilidade das pesquisas, é possível prever grande parte dos gastos que se terá antes do embarque.

Por isso, considere os seguintes pontos:

  • Passagens: Talvez este seja o primeiro passo a ser dado. Você sabia que é possível se cadastrar para receber anúncios de ofertas de passagens das companhias? Desse modo, é possível economizar bastante. Além disso, considere pesquisar em várias companhias ou empresas de ônibus. Isso porque os valores podem variar bastante entre uma empresa e outra;
  • Hospedagem: Para economizar com estadia, vale a pena pesquisar nos sites dos próprios hóteis ou de empresas que oferecem o serviço. Além disso, saiba que, quanto mais central um hotel for ou mais regalias oferecer, mais caro será;
  • Passaporte: Exceto para destinos no Brasil ou em países do Mercosul, o passaporte será exigido. Por isso, se você não possuir um ou o seu estiver com a validade expirada, busque emitir ou renovar, o que te custará algo entorno de R$ 250,00;
  • Vistos e vacinas: Se o seu destino exigir visto ou uma ou mais vacinas, se programe para deixar tudo certo antes de viajar. Use a internet para se informar sobre valores e os inclua no seu orçamento;
  • Seguro de viagem: Se for viajar ao exterior, não deixe de contratar um seguro de viagem! Isso porque você estará em um solo desconhecido e precisará estar seguro(a) diante de possíveis problemas que envolvem saúde e segurança!

Considerando estes pontos, grande parte do orçamento da sua viagem já estará planejado de forma inteligente e segura!

Orçamento para viajar: Gastos na viagem

Assim como citamos nos gastos antes de embarcar, aqui também prevalece a busca de valores e opções na internet!

E como não poderíamos deixar de citar os gastos durante a viagem nas nossas dicas, considere os seguintes pontos:

  • Alimentação: As redes sociais, além de nos conectar aos nossos amigos, também podem nos oferecer diversas informações, não é mesmo? Sendo assim, ao organizar o orçamento para viajar, vale muito a pena buscar as páginas e perfis de restaurantes próximos aos seus locais de hospedagem e passeios. Isso porque grande parte deles possuem menus digitais, o que te possibilita ficar por dentro dos valores das refeições e saber o quanto precisará gastar naquele momento!;
  • Passeios: Ao planejar cada dia da viagem, inclua os valores dos passeios pagos! Para ficar por dentro dos preços, vale a pena pesquisar em sites e redes sociais, além dos perfis de viajantes que já foram àqueles lugares;
  • Locomoção: Primeiro determine como pretende se locomover dentro do seu destino. Feito isso, vale pesquisar pelos preços de tarifas de táxi, de bilhetes de transporte público e de aluguel de carros;
  • Compras: Se deseja fazer compras para você ou para presentear familiares e amigos, não deixe de reservar a quantia que você achar necessária para este fim.
  • Gastos extras: Um vez considerados todos os gastos principais, separe um valor extra para possíveis gastos inesperados. Nunca viaje com dinheiro contado e evite transtornos.

Agora que você já está por dentro das dicas de planejamento do orçamento para viajar, é hora de saber mais sobre as malas!

Dicas de viagem: Malas para viajar

Você sabia que as malas causam muitas dúvidas aos viajantes?

Isso porque medidas, pesos e o que levar na viagem são pontos importantes a se levar em consideração!

E é por isso que não podemos deixar de falar sobre bagagens nas nossas dicas de viagem.

Sendo assim, vamos começar pelas medidas e pesos da mala de mão e das malas despachadas.

Medidas e pesos das bagagens

Em voos nacionais, as companhias que operam no Brasil seguem as determinações da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil).

E juntas, companhias como GOL, LATAM e AZUL acordaram, em 2019, as dimensões permitidas para malas de mão e despachadas em seus voos.

Dimensões da mala de mão

Nas companhias do Brasil, são permitidas malas de mão com:

  • Peso de até 10k;
  • Medidas de 35 x 25 x 55 cmcomprimento x largura x altura, respectivamente;

Sua bagagem foi extraviada? Exija seus direitos!

E vale lembrar que algumas tarifas de voos já incluem franquia de bagagem despachada, enquanto outras não incluem.

Neste ponto, a nossa dica é: se a sua tarifa não inclui uma franquia de despacho de bagagem mas você tem interesse em contratar uma, faça isso com antecedência!

Isso porque os preços ficam mais altos conforme a data do voo se aproxima.

Para contratar com antecedência, basta entrar em contato com a sua companhia por meio dos canais de atendimento, principalmente os sites.

Dimensões da mala despachada

Nas companhias do Brasil, é permitido despachar malas com:

  • Peso de até 23kg;
  • Medidas de até 158cm (50 x 28 x 80 cm, comprimento, largura e altura respectivamente);

Sua bagagem foi extraviada? Exija seus direitos!

O que levar na mala?

Saber o que levar na mala dependerá de alguns fatores como:

  • Tempo de permanência no local de destino: A depender de quantos dias de viagem você terá, a quantidade de roupas e acessórios poderá ser menor ou maior. Aqui, vale levar em consideração o cuidado na escolha das peças de roupas para evitar excesso de bagagem. Também vale levar em consideração as suas necessidades, por exemplo: Se você for precisar trabalhar em alguma data, é muito provável que você precise levar seu computador ou outros materiais de trabalho;
  • Clima do destino: Se você for viajar ao litoral, não deixe de levar roupas de banho, filtro solar e outros objetos de praia. Mas se no seu destino fizer frio, não deixe de fora os casacos, calças mais quentes, agasalhos etc.
  • Necessidades específicas: Por exemplo: para pessoas com saúde comprometida e que necessitam de medicamentos, não os deixe de fora e, se for de avião, leve a receita médica, pois será solicitada!

Por mais que as dicas de viagem sobre malas sejam válidas, nunca deixe de fora tudo aquilo que você irá necessitar, mas com muita atenção ao excesso de bagagem!

Leia também: O que não pode levar no avião? O guia completo para você entender o motivo!

Dicas de viagem: Escolha dos passeios

A parte mais divertida de uma viagem, sem dúvida, são os passeios.

Quando se decide um destino, é muito comum que o viajante já tenha uma lista de desejos com passeios e pontos turísticos para desfrutar durante uma viagem.

Sendo assim, nas nossas dicas de viagem, também temos alguns pontos a apresentar sobre a escolha dos passeios, são eles:

  • Leve em consideração a localidade e a locomoção: Torne as suas visitas mais práticas ao escolher passeios próximos uns dos outros no mesmo dia. Assim , você poderá economizar tempo e dinheiro;
  • Considere os seus gastos: Se os seus passeios custarem caro, busque também as opções de visitas gratuitas, como parques e exposições, que são igualmente atraentes e que também têm muito a dizer sobre a cultura de um lugar;

O mais importante é visitar e conhecer o máximo de locais possível, afinal esta é a melhor coisa que uma viagem pode proporcionar!

Mas, infelizmente, como nem tudo sai como planejamos, os próximos tópicos do nosso artigo irão tratar sobre problemas com voos e o que fazer diante deles!

Dicas de viagem: Problemas com voo

Bom, por mais que o foco nas nossas dicas de viagem seja te deixar com uma boa sensação ao planejar a sua, não podemos deixar de falar sobe algo muito importante e que todo viajante deve estar por dentro: problema com voo!

Aqui, iremos focar nos dois problemas mais comuns: voo atrasado e voo cancelado.

De acordo com um levantamento da AirHelper, já em 2022, mais de 5 milhões de passageiros foram afetados por atraso ou cancelamento de seus voos.

Estes números são tão elevados devido ao número de situações que podem resultar nestes problemas, como:

  • Falta de tripulação;
  • Baixa ocupação;
  • Questões de saúde pública, como epidemias e pandemias;
  • Questões meteorológicas, como tempestades e furações;
  • Problemas na pista de decolagem/pouso;
  • Falhas técnicas na aeronave.

Quando se trata de um problema interno, como falhas técnicas e falta de tripulação, a companhia será a responsável por reparar o erro!

Sendo assim, nos tópicos a seguir você poderá ficar informado(a) sobre o que fazer nestes casos.

Mas antes, que tal receber o nosso guia de direitos do passageiro? Deixe seu e-mail abaixo e receba totalmente grátis:

Atraso de voo

Em casos de voo atrasado, a companhia deve te informar com antecedência, de acordo com o que a ANAC propõe.

Portanto, o direito à informação é o primeiro com que você deve contar.

No entanto, se você já estiver no aeroporto quando souber do atraso, poderá solicitar atualizações sobre o novo voo a cada 30 minutos, diretamente nos balcões da companhia.

Além disso, a depender do tempo de espera, a empresa que irá operar seu voo deve te prestar assistência material, que dependerá do tempo de espera:

  • 1h de atraso:  Telefones e acesso à internet;
  • 2h de atraso: Direito a alimentação, que pode ser fornecida pela própria empresa aérea ou através de vouchers;
  • 4h de atraso ou mais: Nesses casos, a empresa aérea deve te fornecer hospedagem, em casos de pernoite. Além disso, caso o voo seja na sua cidade de domicílio, também deve ser providenciado o deslocamento até a sua casa.
infográfico assistência material

Também em casos de mais de 4 horas de atraso, são direitos seus:

  • Ser acomodado em um outro voo, da mesma companhia ou de outra;
  • Solicitar o serviço por outros meios de transporte, como o rodoviário;
  • Pedir reembolso de passagem;
  • Em alguns casos, pedir indenização.

A escolha da opção fica ao seu critério, de acordo com o que for melhor para você.

Cancelamento de voo

Aqui, a empresa deve te informar sobre o cancelamento ou alteração com um antecedência de 72 horas antes do voo.

E assim como nos casos de atraso, se você já estiver no aeroporto, também deverá receber assistência material.

Além disso, se desejar, você poderá optar por:

  • Ser acomodado(a) em outro voo da mesma companhia ou de outra que opera o mesmo trecho;
  • Solicitar reembolso de passagem;
  • Em alguns casos, pedir indenização.

O mais importante é se certificar de que o o erro será reparado e que você não sairá perdendo!

Indenização por atraso ou cancelamento de voo

Se a companhia não te avisar sobre o cancelamento com a antecedência de 72 horas antes do voo, você poderá pedir indenização por voo cancelado!

Além disso, se o atraso ou cancelamento atrasar a sua chegada ao destino final em 4 ou mais horas em relação ao horário previsto inicialmente,também será possível receber indenização!

E mais: alguns agravantes podem impulsionar o pedido de indenização, como:

  • Pessoas com saúde comprometida;
  • Gestantes;
  • Pessoas acompanhadas de crianças;
  • Idosos;
  • Casos de perda de compromissos importantes, como familiares, escolares, acadêmicos e médicos.

Mas, para que tudo ocorra da melhor forma, você tem que contar com as provas do ocorrido!

Como pedir indenização por voo atrasado ou cancelado

Se você está acompanhando as nossas dicas de viagem, não pode deixar de saber como comprovar um problema com voo para que possa buscar os seus direitos!

Ao sofrer um atraso ou cancelamento, o primeiro passo é se dirigir aos balcões da companhia e solicitar a Declaração de Contigência, ou declaração e atraso ou cancelamento de voo, como é conhecida.

Para pedir indenzição, este documento é muito importante, mas também vale contar com outras provas, como:

  • Cartões de embarque (do voo atrasado ou cancelado ou do novo voo, se houver);
  • E-mails da companhia, principalmente o de confirmação de compra das passagens;
  • Tudo que possa comprovar a perda de compromissos importantes (convites, confirmação de marcação de consulta, prints do Google Agenda etc.)

Com as provas em mãos, é hora de contar com a Resolvvi para fazer justiça!

Avaliando o seu caso grátis em nosso site, nós te ajudaremos a dar entrada no pedido de indenização de forma online, sem burocracias ou audiências e você só pagará pelo serviço se ganhar!

👉 Teve problema com voo na sua última viagem? Descubra seus direitos e se pode receber uma indenização!

Conheça a Resolvvi

💡 Já parou para pensar no número de consumidores que nunca buscou seus direitos porque não os conhece bem ou acha que não vai dar em nada?

A Resolvvi é uma startup que tem como missão garantir o acesso à justiça para todos os brasileiros.

Este conteúdo é parte desse propósito e vai ajudar você a caminhar até os seus direitos como consumidor. Vamos com a gente?

Nos siga nas redes sociais:

E também faça parte da nossa comunidade de consumidores que não deixam barato e querem fazer justiça.

Sobre o autor(a)