Tempo de leitura: 8 minutos

Para viajar de avião precisa estar vacinado? Saiba tudo agora!

Se você busca saber se precisa estar vacinado para viajar de avião, este artigo é para você!

Desde a flexibilização nas restrições para viajar, após os períodos mais críticos da pandemia, muitas dúvidas ainda persistem.

Dentre elas podemos mencionar a questão da vacina, que afinal foi o que permitiu o retorno da movimentação turística, mesmo que gradativamente.

Porém, é possível que você já saiba também que não só a vacina contra a COVID-19 pode ser uma exigência.

Isso porque, antes mesmo da pandemia do Corona vírus, as vacinas já faziam parte dos planejamentos para viajar.

Com base nessa questão, acreditando no poder da informação e felizes pelo retorno do turismo, escrevemos este artigo para te atualizar sobre vacinação, seja contra a COVID-19 ou outras doenças, e viagens aéreas!

Ficou curioso(a)? Então não deixe de acompanhar a leitura!

Importância da vacinação para viagens

Diante do que passamos com a pandemia da COVID-19, as vacinas tiveram um papel muito importante para a superação de tantas barreiras que nos foram impostas.

Sendo assim, é seguro dizer que, quando falamos no retorno ao turismo, principalmente quando se precisa viajar de avião, estarmos vacinados foi o que tornou possível.

Porém, historicamente, não só a vacinação contra o Corona vírus exerce esse papel, por mais que tenha entrado para a História como um grande feito.

Na verdade, doenças como a Febre Amarela também já estiveram nos holofotes dos cuidados contra transmissão e contenção em viagens.

Por isso, há muito tempo a imunização contra a Febre Amarela também é uma exigência para viagens e importante, inclusive, para visitar alguns estados brasileiros.

Afinal, é por meio do fluxo de imigrantes e visitantes que as doenças tendem a tomar maiores proporções ao redor do mundo.

E por este fato que pode ser preciso estar vacinado para viajar de avião, com vacinas a serem exigidas a depender do destino.

Leia também: Qual o melhor teste de Covid-19 para viajar?

Se eu precisar estar vacinado, vão me pedir o comprovante dentro do avião?

Se você for viajar de avião a um destino onde para entrar precisa estar vacinado, essa comprovação não acontecerá exatamente no avião.

Os momentos em que a comprovação pode ser exigida é no check-in ou na chegada ao país de destino, por exemplo.

Por isso, após saber que é preciso estar com a vacinação em dia para sua viagem, não deixe de estar com o certificado em mãos.

Precisa estar vacinado contra a COVID-19 para viajar de avião?

Vamos começar falando sobre ser ou não preciso estar vacinado contra a COVID-19 para viajar de avião.

Com você já deve saber, de 2022 para cá os países vêm alterando as suas determinações em relação às restrições da pandemia.

Portanto, atualmente, quando se fala em precisar estar vacinado para viajar de avião, saiba que isso dependerá do país.

Para entrar no Brasil, por exemplo, atualmente se pode optar entre comprovante de vacinação ou teste negativo (feito até um dia antes da chegada).

Já para viajar de avião aqui por dentro, ou seja, em voos nacionais, não precisa apresentar comprovante de vacinação contra COVID-19.

Quanto a outros países, confira algumas determinações em alguns deles:

  • Sem comprovante de vacinação ou teste: Argentina, Alemanha, Austrália, Canadá, Costa Rica, Dinamarca, Dubai, Egito, Espanha, França, Grécia, Holanda, Irlanda, Islândia, Israel, Itália, Maldivas, México, Nova Zelândia, Noruega, Portugal, Reino Unido, Suécia e Turquia;
  • Teste ou qualquer vacina: Chile, Panamá, Peru e Uruguai;
  • Três doses de vacina ou teste: Japão;
  • Com qualquer vacina: Cuba e Estados Unidos;
  • Somente teste: Qatar.

Mas aqui vai mais uma dica importante: mesmo com estas informações, nunca deixe de consultar o consulado ou embaixada do país aonde deseja viajar, se de avião ou por outros meios, para saber se precisa estar vacinado com outras vacinas, como a contra a Febre Amarela.

Além disso, saiba também que alguns países fazem exigências mais severas, como as relacionadas aos tipos de vacina (marca, fabricante) permitidas.

👉 Teve problemas com seu voo? Descubra agora seus direitos!

Como emitir o certificado de vacinação contra COVID-19?

O Certificado Nacional de Vacinação contra a COVID-19 é o documento que você irá precisar apresentar se for viajar de avião (ou de navio, por exemplo) a algum lugar que exige a imunização.

Isso porque ainda não existe um documento internacional para essa finalidade, como é o caso do Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP), que atesta outras vacinas.

No entanto, para emitir é muito simples, sendo o primeiro passo ter completado o quadro de imunização (mínimo de duas doses).

Assim, basta seguir o passo a passo:

  • Acesse o site Conect SUS ou baixe o aplicativo;
  • Faça login com o Gov.br;
  • Clique no ícone “Cidadão”;
  • Então vá em “menu vacinas” e marque a opção “Certificado de Vacinação”;
  • Com isso serão emitidos um código de 16 dígitos e um QR Code para a validação do documento;
  • Uma vez validado, o documento estará disponível em PDF e com três opções de idiomas: português, inglês e espanhol.

Dica: dê preferência à impressão do certificado para estar com acesso mais fácil na hora de apresentar.

Precisa estar vacinado contra outras doenças para viajar de avião?

Se você buscou saber se precisa estar vacinado para viajar de avião pensando só na imunização contra a COVID-19, saiba que tem muito mais a saber!

Como já mencionamos, as exigências de vacinas para viajar visam evitar ou controlar a proliferação e transporte de doenças entre um lugar e outro.

Por isso, a depender de aonde se pretende viajar, seja de avião ou por outros meios, pode ser preciso estar vacinado contra determinadas doenças.

E é por isso que já citamos e reforçaremos: nunca deixe de consultar se é preciso estar vacinado, e contra quais doenças, na hora de planejar o seu próximo destino.

Afinal, nem todos exigem as mesmas vacinas já que a preocupação com certas doenças pode ser maior do que com outras, por mais que a vacina da Febre Amarela esteja entre as campeãs de exigência.

Portanto, confira abaixo alguns países que exigem a vacinação contra a Febre Amarela:

  • América do Sul: Bolívia, Colômbia, Equador, Paraguai e Venezuela;
  • América Central: Cuba, Nicarágua e Panamá;
  • América do Norte: Bahamas e Jamaica;
  • África: África do Sul;
  • Oceania: Austrália e Polinésia Francesa.

Além disso, saiba também que as vacinas contra as Hepatites A e B também são bastante recomendadas e exigidas em muitos países, então não deixe de consultar.

E se você vai viajar de avião mas não sabe qual é o documento que precisa apresentar para certificar de que está vacinado contra essas doenças, não deixe de conferir o tópico a seguir!

Como comprovar a vacinação contra outras doenças?

O Certificado internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP) é o documento que comprova a vacinação contra doenças tanto em território nacional quanto internacional.

Nesse sentido, ele pode servir para viajar de avião se precisar estar vacinado contra doenças como as Hepatites, Febre Amarela, Sarampo e Meningite, por exemplo.

Para emitir basta entrar no site, solicitar o comprovante, incluir os dados e aguardar o recebimento.

Uma vez com ele em mãos, se assim quiser, poderá optar pelas versões tanto em português quanto em inglês e espanhol.

E aí, gostou de saber se precisa estar estar vacinado para viajar de avião? Então não deixe de acompanhar o Portal Resolvvi para mais dicas de viagem!

Conheça a Resolvvi

💡 Já parou para pensar no número de consumidores que nunca buscou seus direitos porque não os conhece bem ou acha que não vai dar em nada?

A Resolvvi é uma startup que tem como missão garantir o acesso à justiça para todos os brasileiros.

Este conteúdo é parte desse propósito e vai ajudar você a caminhar até os seus direitos como consumidor. Vamos com a gente?

Nos siga nas redes sociais:

E também faça parte da nossa comunidade de consumidores que não deixam barato e querem fazer justiça.

Giovanna Damasceno da Resolvvi

Giovanna, ou Gio, é licencianda em Letras/Inglês de formação, mas é também fã de carteirinha do poder que o marketing de conteúdo tem para educar pessoas, principalmente quando o assunto é os direitos que as pessoas não sabem que têm.

Todos os posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *