Tempo de leitura: 8 minutos

Pagamento mínimo da fatura: Saiba tudo sobre esse método!

O que é pagamento mínimo da fatura? Venha descobrir tudo sobre isso e, ainda, saiba como evitar cair em dívidas e manter suas finanças saudáveis!

Quando nós estamos endividados, tendemos a procurar soluções para que o nosso nome não fique negativado.

Por isso, o pagamento mínimo da fatura aparece como uma dessas soluções. O problema é que muitos clientes possuem dúvidas de como esse pagamento mínimo funciona.

Assim, sem saber direito a lógica de seu funcionamento, os consumidores se perguntam se pagar o mínimo de uma fatura vale a pena.

Mas, o que podemos dizer é que essa é a solução que indicamos apenas caso você necessite de tempo para quitar o valor que tem.

E, ainda, essa ferramenta é útil se você possui uma confiança de que irá conseguir pagar o resto do que deve em um futuro próximo.

Para mais dúvidas sobre o assunto, venha conferir o tópico a seguir!

O que é o pagamento mínimo da fatura?

De modo geral, pagamento mínimo da fatura significa a menor quantia que você pode pagar sem ficar em atraso com a sua instituição financeira que você deve.

Desse modo, ao pagar o valor mínimo, o restante do valor que faltou para ser pago será lançado no mês seguinte com juros e impostos.

A partir disso, você evita que o seu nome vá parar nos órgãos de proteção ao crédito, como Serasa e SPC, e que fique sujo na praça.

Agora, se você não tiver a segurança de que conseguirá pagar a dívida em um futuro próximo e se essa não for uma situação de real emergência, não recomendamos.

Afinal, esse tipo de pagamento compromete o seu limite e, além disso, os bancos geralmente liberam créditos referente apenas à parte paga.

Para mais, se você não tiver certeza de que conseguirá pagar o que deve no mês que vem, essa conta pode virar uma bola de neve!

Pois, os juros em cima do valor que não foi pago podem restituir boa parte do mínimo que foi pago.

Desse modo, o consumidor sente como se esse pagamento mínimo tivesse apenas postergado uma dívida que ele não conseguirá pagar depois novamente!

Lembre-se: o Banco Central proíbe que o pagamento mínimo da fatura seja feito em meses consecutivos.

Assim, o consumidor só tem uma oportunidade para regularizar sua situação através do pagamento mínimo da fatura.

Veja como funciona esse pagamento mínimo caso você queira fazer!

👉 Seu nome foi negativado indevidamente? Descubra agora seus direitos!

Como funciona o pagamento mínimo da fatura?

O pagamento mínimo da fatura aparece como uma ferramenta que pode ser útil a curto prazo.

Uma das maiores dúvidas dos consumidores é saber como funciona o pagamento mínimo. Pois, bem! Vamos explicar agora.

Primeiro, é importante salientar que o consumidor faz o pagamento mínimo e o resto do que falta para ser pago será realocado para a fatura do próximo mês.

Entretanto, esse valor que o consumidor não pagou o banco trata como se fosse um empréstimo, por isso os juros e encargos são tão altos!

E como funcionam as etapas do pagamento mínimo?

Inicialmente, o consumidor deve se atentar para o valor total da sua fatura quando ela fechar.

Isto é, é essencial que você aguarde até o dia do vencimento da sua fatura para observar quanto você deve nesse mês no cartão de crédito.

A seguir, no dia do vencimento da fatura, o seu banco vai apresentar uma alternativa na qual você pode pagar o valor completo ou outra alternativa na qual paga o mínimo da sua fatura.

Agora, não podemos dizer ao certo quanto será esse valor e quanto de juros ele terá em cima, uma vez que quem dá o valor mínimo é o próprio banco.

Mais ainda, para a cobrança de juros e encargos, dependerá do quanto o cliente gastou no mês.

Por fim, o limite do seu cartão de crédito só será livre para você depois que você pagar essa fatura completa.

As consequências de optar pelo pagamento mínimo da fatura

O pagamento mínimo da fatura é realmente uma solução para quem deseja prezar pelo seu nome limpo e está sem como pagar uma fatura durante aquele mês, né?!

Entretanto, você deve ter a segurança de que conseguirá pagar o restante que faltou no mês seguinte, para que você não fique mais endividado ainda.

Afinal, os juros do pagamento mínimo são muito altos e você ainda compromete seu limite de crédito até quitar a dívida totalmente.

Ou seja, quando o consumidor paga o mínimo da fatura, o limite do cartão com o crédito rotativo fica comprometido de acordo com o valor final da dívida do consumidor.

Portanto, se organize bem para pagar o que falta no mês seguinte e não ter como consequência uma soma de dívidas e juros que você não conseguirá quitar.

Como evitar cair em dívidas e manter suas finanças saudáveis?

Em primeiro lugar, após quitar sua dívida por pagamento mínimo da fatura, você deve se organizar financeiramente anotando todos os seus gastos.

Mas, como eu posso fazer isso sem me desorganizar ou me estressar ainda mais?

Para isso, indicamos a nossa planilha de planejamento financeiro, pois através dela você pode indicar todos aqueles gastos essenciais e não essenciais.

Além disso, você poderá elencar suas despesas e seus investimentos.

E, assim, você pode pagar suas dívidas e gastar somente com aquilo que é mais necessário no momento, além de evitar a inadimplência!

Por isso, baixe nossa planilha e organize seus gastos agora, de modo totalmente grátis e sem maiores complicações!

Afinal, ela é uma ferramenta que se adapta bem às suas necessidades e dificuldades, de maneira pessoal.

Isto é, é uma planilha de cunho maleável, que você pode gerir ao seu gosto.

Por fim, indicamos que, se você gostou das nossas dicas sobre pagamento mínimo da fatura, venha conhecer mais sobre a Resolvvi agora, no nosso tópico a seguir!

💡Conheça a Resolvvi

💡 Já parou para pensar no número de consumidores que nunca buscou seus direitos porque não os conhece bem ou acha que não vai dar em nada?

A Resolvvi é uma startup que tem como missão garantir o acesso à justiça para todos os brasileiros.

Este conteúdo é parte desse propósito e vai ajudar você a caminhar até os seus direitos como consumidor. Vamos com a gente?

Nos siga nas redes sociais:

E também faça parte da nossa comunidade de consumidores que não deixam barato e querem fazer justiça.

Perguntas frequentes sobre pagamento mínimo da fatura

O que é o pagamento mínimo da fatura?

O pagamento mínimo da fatura é o valor mínimo que deve ser pago em uma fatura de cartão de crédito para evitar que o titular da conta seja considerado inadimplente.

Como funciona o pagamento mínimo da fatura?

O pagamento mínimo da fatura é geralmente uma porcentagem do saldo total da fatura, variando de acordo com a política da empresa emissora do cartão de crédito. Ao pagar o valor mínimo, o titular da conta pode evitar a cobrança de juros e taxas por atraso no pagamento.

Qual é a melhor maneira de utilizar o pagamento mínimo da fatura?

A melhor maneira de utilizar o pagamento mínimo da fatura é como último recurso, para evitar a inadimplência e cobrança de juros e taxas por atraso no pagamento. No entanto, é importante lembrar que o saldo remanescente será cobrado com juros elevados, aumentando a dívida e tornando mais difícil quitá-la no futuro.

Quais são as consequências de pagar apenas o mínimo da fatura?

As consequências de pagar apenas o mínimo da fatura incluem o aumento do saldo devedor devido à cobrança de juros e taxas, atraso no pagamento da dívida, redução do limite de crédito e possíveis impactos negativos no histórico de crédito do titular da conta.

Como posso evitar a necessidade de pagar apenas o mínimo da fatura?

Para evitar a necessidade de pagar apenas o mínimo da fatura, é importante manter o controle das despesas e evitar o uso excessivo do cartão de crédito. Além disso, é recomendado fazer um planejamento financeiro e estabelecer um orçamento mensal para garantir que os pagamentos sejam realizados integralmente.

Lucas Evangelista

Head Financeiro na Resolvvi, Lucas escreve artigos para o Portal sobre planejamento financeiro para ajudar consumidores a terem mais organização e segurança no dia a dia.

Todos os posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *