Crédito para negativados(as): O Guia Completo

crédito para negativados

Você sabia que algumas instituições oferecem crédito para negativados, em mais de uma modalidade? Confira este artigo e saiba mais!

Estar com o nome negativado, além de ser um problema comum entre brasileiros, traz consequências negativas.

Dentre as consequências, a impossibilidade de conseguir crédito com bancos e instituições tem destaque.

No entanto, algumas instituições têm olhado para os consumidores negativados sob uma nova perspectiva, oferecendo crédito por meios como cartões de crédito e empréstimos para negativados.

Sabendo disso, produzimos este artigo para deixar você, nosso(a) leitor(a), por dentro das principais informações sobre crédito para negativados.

Ficou curioso(a)? Então não deixe de acompanhar a leitura!

O que significa estar com o nome negativado?

Primeiramente, antes de tratarmos sobre o assunto “crédito para negativados”, achamos importante que você saiba, de forma mais precisa, o que é negativação do nome.

Resumidamente, ter o nome negativado, ou nome sujo, como é conhecido popularmente, significa que um consumidor possui alguma dívida inscrita nos órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa.

Além disso, a inscrição pode ser consequência de diversas situações de inadimplência, como as com empresas de telefonia, de internet e de contas de cartão de crédito.

E mais: a negativação pode ser referente a uma dívida legítima ou não.

Quando falamos de dívida legítima, ela acontece quando o próprio devedor deixou de pagar a conta e, pela falta de pagamento, a empresa credora realizou a inscrição.

No entanto, por mais absurdo que possa parecer, as dívidas negativadas podem ser resultado de um problema comum: o nome negativado indevidamente.

Dessa forma, a negativação indevida do nome ocorre em situações como:

  • Uma empresa não reconhece o pagamento de uma conta e ela se torna negativada;
  • Quando o consumidor é vítima de uma fraude ou golpe, como cartão clonado;
  • Quando o consumidor negocia e paga uma dívida negativada mas o nome continua sujo após o prazo de 10 dias úteis;
  • Por um serviço não contratado ou já cancelado.

Com isso, o consumidor prejudicado pode sofrer as mesmas consequências que um devedor legítimo sofreria.

Consequências da negativação

Se você busca saber mais sobre crédito para negativados, significa que provavelmente já está sofrendo as consequências da negativação.

Isso porque, além do problema que já é por natureza, estar negativado pode gerar consequências financeiramente desconfortáveis ao consumidor.

Dentre elas, podemos destacar:

  • Dificuldade para conseguir crédito e financiamento;
  • Não conseguir emitir talões de cheque;
  • Poder sofrer com rompimento de negócios em andamento;
  • Também pode não conseguir alugar imóveis;
  • Não conseguir comprar em lojas, principalmente por crediário, ainda mais aquelas que fazem consulta pelo CPF.

Diante de tantos pontos negativos, não podemos deixar de mencionar a importância de fazer consultas regulares à situação do seu nome/CPF.

Sendo assim, confira a seguir três formas de consultar o nome negativado.

Consultar nome negativado

Além de saber se o nome está negativado, fazer consultas online da situação do seu nome é uma medida de segurança financeira.

Por isso, veja a seguir como consultar a situação do seu nome na Serasa, SPC e SCPC Boa Vista.

Consulta Serasa

Como você já sabe, o primeiro passo para tomar providências enquanto com nome sujo, como buscar crédito para negativados, é ficar por dentro da situação do nome.

Portanto, para pesquisar o nome sujo pelo site do Serasa você precisará:

  1. Acessar o site da Serasa, ou baixar o app, e clique em Consultar CPF grátis;
  2. depois digite seu login e senha. Se não tiver, faça um cadastro instantaneamente.
  3. por fim, clique em meu CPF (no site) ou em Monitoramento de CPF ativo (no app) e faça a consulta.

Além disso, nos portais do Serasa você pode econtrar ofertas de boas condições para negociar dívidas, caso haja.

Consulta Boa Vista

Para consultar sua situação através do SCPC, o qual é administrado pelo Boa Vista, você também possui algumas opções.

  1. Em primeiro lugar, você deverá acessar o site do Consumidor Positivo ou baixar o app;
  2. Se não possuir cadastro, o realize;
  3. Então digite seu CPF em um campo escrito “coloque seu CPF” , depois clique em “consultar CPF grátis“ (no site);
  4. Ou no app, na opção “dívidas vencidas” você terá acesso às possíveis pendências em seu CPF;

Desse modo, diante de tanta facilidade, não deixe de fazer consultas no SCPC sempre que possível.

Consulta SPC

Antes de mais nada, saiba que a plataforma de consulta do SPC cobra uma taxa.

Assim como as outras plataformas, no site do Spc Brasil você também precisará de um registro o qual inclui documentos, como telefone e endereço completo.

Apesar do pagamento, a consulta é bem completa e dá direito a visualizar informações que vão além do registro de inadimplência e de protestos e cheques devolvidos, como:

  • dados cadastrais detidos por empresas associadas;
  • descobrir todas as consultas feitas ao CPF nos últimos 6 meses e eventuais créditos concedidos. 

Portanto, por mais que pago, o serviço vale a pena.

Crédito para negativados

Primeiramente, entenda que o crédito para negativados é uma forma de dar, ao consumidor que falhou uma vez, uma nova chance.

Como dissemos, algumas empresas e instituições financeiras têm olhado para os consumidores negativados sob uma nova perspectiva.

Ou seja, elas estão buscando dar novas oportunidades a esses possíveis clientes e com isso estão oferecendo crédito em algumas modalidades.

Portanto, confira a seguir algumas opções possíveis de crédito para negativados.

Crédito para negativados: Cartões de crédito

Existem duas opções de cartões de crédito para negativados:

  • Cartões pré-pagos: aqui, o cliente faz uma recarga em dinheiro para que então possa utilizá-la como crédito;
  • Cartão consignado: aqui, o desconto do valor da fatura ocorre diretamente na conta bancária. Esta modalidade é, portanto, disponível para aposentados e pensionistas do INSS, funcionários públicos ou das formas armadas e para empregados CLT em empresas privadas.

Desse modo, algumas opções de cartões de crédito para negativados são:

Ao buscar uma das opções acima, fique de olho nas condições propostas por cada administradora e opte pela que melhor se encaixa na sua realidade, ok?!

Crédito para negativados: Empréstimos

Mais uma opção de crédito para negativados são empréstimos.

Aqui, o empréstimo ocorre na modalidade de consignado, em que os descontos são feitos diretamente na folha de pagamento.

Para isso, o consumidor deve se encaixar em uma das categorias abaixo:

  • Trabalhadores com a carteira de trabalho assinada;
  • Pensionistas do INSS;
  • Aposentados;
  • Servidores públicos; e
  • Militares das forças armadas.

Primeiramente, saiba que é possível tentar em empréstimo consignado no próprio banco do qual você é cliente.

No entanto, existem algumas outras instituições que trabalham diretamente com este tipo de empréstimo, algumas delas são elas:

Novamente, consulte as condições de cada uma das instituições e escolha a melhor para você!

Crédito para negativados: Financiamento

O financiamento para negativados consiste em um empréstimo, em que a instituição paga um bem ou serviço específico para o cliente e cobra essa dívida em parcelas mensais.

Vale saber que, neste caso, os juros podem ser mais altos que o normal, como uma forma de garantir à instituição que ela não saia perdendo.

Afinal, ela estará dando uma nova chance ao cliente com nome negativado, o que requer muita confiança.

Nesta modalidade, o que se destaca também e o crédito consignado, ou seja, com cobranças na folha de pagamento.

Mas saiba que o mais seguro para este tipo de crédito é buscá-lo diretamente com o seu banco!

Mas, se preferir, consulte também as instituições que citamos ao falarmos de empréstimo para negativados.

Como resolver uma negativação do nome?

Por mais que conseguir um crédito para negativados seja uma boa coisa, sair do vermelho é melhor ainda!

Portanto, é importante saber como negociar dívidas, pois só assim será possível estar livre de vez desse problema.

Desse modo, saiba que é possível fazer isso sem contatar a empresa diretamente!

Hoje em dia existem diversas empresas especializadas em intermediar a negociação de dívidas com consumidores negativados.

Além disso, existem os “feirões para limpar nome”, que são eventos direcionados a oferecer melhores condições para a negociação de dívidas.

Após quitar a dívida, a empresa tem até 10 dias úteis para limpar o seu nome.

Se após o prazo seu nome continuar sujo, você estará sendo vítima de negativação indevida.

E aqui vai mais uma dica: faça um bom planejamento financeiro pessoal para que possa quitar as suas dívidas com mais segurança e menos dores de cabeça.

Como resolver uma negativação indevida?

Como você já sabe, é possível que seu nome tenha sido negativado indevidamente.

Se for o seu caso, você possui dois direitos principais: a limpeza do nome com urgência e ser indenizado(a) por danos morais por negativação indevida.

Para buscar seus direitos, é necessário contar com provas do ocorrido, como:

  • Comprovante de negativação (que você pode conseguir consultando o site ou app do órgão de proteção ao crédito);
  • Comprovante de pagamento;
  • Boletos e/ou faturas utilizados para realizar o pagamento.
  • Caso o pagamento tenha sido feito após um acordo, é importante também ter o documento que formaliza a negociação.

Assim, com as provas em mãos, conte com a Resolvvi para fazer justiça!

Avalie o eu caso grátis em nosso site e tudo será feito de forma online, sem burocracia e você só pagará pelo serviço se ganhar!

Conheça a Resolvvi

💡 Já parou para pensar no número de consumidores que nunca buscou seus direitos porque não os conhece bem ou acha que não vai dar em nada?

A Resolvvi é uma startup que tem como missão garantir o acesso à justiça para todos os brasileiros.

Este conteúdo é parte desse propósito e vai ajudar você a caminhar até os seus direitos como consumidor. Vamos com a gente?

Nos siga nas redes sociais:

E também faça parte da nossa comunidade de consumidores que não deixam barato e querem fazer justiça.

Sobre o autor(a)