“Esqueci meu CPF”: Aprenda agora como resolver!

esqueci meu cpf

“Esqueci meu CPF, e agora?!”. Então acompanhe este post e fique ligado no que você precisa fazer se esquecer seu número de CPF!

O CPF é um dos documentos mais usados pelas pessoas no Brasil, por isso há grandes preocupações em saber mantê-lo em segurança.

No entando, como tudo em nossa vida, alguns imprevistos podem acontecer e vez ou outra surge alguma dúvida a respeito desse documento, como: “perdi meu CPF, e agora?“.

Portanto, para esclarecer maiores dúvidas a respeito desse documento tão importante em nossa vida, montamos um guia com tudo que você precisa entender.

Quer saber o que fazer quando se perguntar “e agora, perdi meu CPF”? Então acompanhe a leitura.

Esqueci meu CPF: Por que o CPF é tão importante?

“Esqueci meu CPF, mas por que esse documento é tão importante?”

Como dissemos, o CPF é um documento indispensável na nossa vida, pois ele é responsável pela identificação das pessoas físicas na sociedade.

Além disso, é através do CPF que podemos ter acesso a outros direitos básicos em sociedade, como prestar concurso público ou fazer matrícula em uma universidade, por exemplo.

Portanto, por não se dar conta de que é um documento tão importante, muitas pessoas ainda não sabem o seu número e acabam se perguntando “esqueci meu CPF, o que faço?”.

E isso pode acontecer por conta da perda do documento, por não decorar o número, mas também por não levar o documento consigo.

Mas se você é uma das pessoas que sabe esse número decorado, você não é o único!

Embora seja obrigação de todos saberem seus respectivos números de cadastros, se você esqueceu seu CPF e quer resolver isso, continue acompanhando a leitura!

Esqueceu seu CPF? Saiba como encontrar o número

Se você esqueceu o seu número de CPF, infelizmente o processo para encontrar o número não é tão fácil assim.

Isso porque o CPF é um documento muito importante e quem possui o número desse documento pode fazer muitas coisas com ele, legais ou ilegais.

Por isso devemos ter muito cuidado paranão perder esse documento ou acabar esquecendo por aí.

Além disso, existe um cuidado para que o número não seja disponibilizado para qualquer um sem a certeza de que é realmente o proprietário ou dono do CPF.

Listamos abaixo algumas das causas que levam alguém a esquecer o seu CPF, então fique ligado e saiba como recuperar seu documento.

Em caso de esquecimento do CPF

Se você esqueceu seu CPF e quer recuperá-lo, uma das opções é ir à uma das unidades de serviço da Receita Federal do Brasil.

Assim você informará que esqueceu o número do seu CPF e/ou algum outro documento pessoal, se for o caso.

Antes de se deslocar até uma unidade da Receita Federal, vale a pena conferir se você não tem uma cópia do CPF guardada física ou digitalmente em algum lugar.

Essa pode ser a forma mais fácil de recuperar o número do seu CPF, inclusive sugerimos que você tenha sempre em algum lugar esse arquivo como forma de segurança.

Esqueci meu CPF porque perdi ou fui roubado

Se você esqueceu o seu CPF porque perdeu ou foi roubado, em primeiro lugar, é importante que você registre um boletim de ocorrência.

Os riscos que você pode estar sujeito por conta de um CPF são imensos e muita ente nem imagina que pode ser vítima de golpes.

Por isso consumidores perguntam “como saber se estão usando meu CPF“, porque os crimes de fraude vem aumento a cada dia mais.

Então para evitar que alguém faça mal uso do seu CPF procure uma delegacia da Receita Federal.

Isso vai ser necessário, inclusive, para tentar recuperar seu número de cadastro.

Esqueci meu CPF, posso emitir 2ª via de cartão CPF físico?

Se você esqueceu o número de CPF por conta de roubo ou perda e quer fazer emissão de uma 2ª via, é importante saber que a receita federal não emite mais 2ª Via CPF.

Mas isso somente para o formato do cartão físico do CPF, vale ressaltar.

Atualmente, somente o número do CPF, que ser impresso direto da internet, é o suficiente para todos os fins quando há exigência de apresentar o CPF.

Além disso, é importante lembrar que muitas pessoas possuem esse número registrado em outros documentos com fé pública, como RG ou CTPS.

Portanto, se você já possui esse número em sua Carteira de Trabalho, por exemplo, você não precisa se preocupar.

Indenização GIF

É possível consultar o número pelo meu nome?

Se você esqueceu seu CPF e quer tentar recuperar esse documento através de seu nome, essa pode ser uma das formas mais complicadas.

Por questão de segurança, só há duas formas de consultar o CPF pelo nome da pessoa:

  • Empresas que possuem convênio com birôs de crédito
  • e diretamente na Receita Federal

No primeiro caso, as empresas podem realizar essa pesquisa, mas não podem repassar para consumidores.

Isso porque esse levantamento é exclusivo para que essas empresas façam a análise de crédito, e não como atendimento ao público.

Ou seja, é muito difícil saber como descobrir o CPF de uma pessoa que não seja você!

Mas existe um serviço pago da Serasa, o Você Consulta, que permite verificar o CPF de terceiros na Serasa.

No entanto, lembre-se que somente você poderá fazer sua própria consulta, já que é preciso ter os números da pessoa que será consultada.

Além do mais, as informações são confidenciais, pois esse serviço serve para alguém que quer contratar uma pessoa física, ou fechar um negócio.

Você percebeu que esquecer o CPF não é uma coisa fácil e compreende muitas responsabilidades aos consumires, não é mesmo?

Ter algum problema vinculado a um CPF que foi perdido pode implicar em problemas sérios que muitas vezes nem imaginamos.

E um dos maiores problemas é acabar com o nome negativado, ainda mais por uma conta que você não fez, mas a Resolvvi pode ajudar com o seu problema!

Conheça a Resolvvi

💡 Já parou para pensar no número de consumidores que nunca buscou seus direitos porque não os conhece bem ou acha que não vai dar em nada?

A Resolvvi é uma startup que tem como missão garantir o acesso à justiça para todos os brasileiros.

Este conteúdo é parte desse propósito e vai ajudar você a caminhar até os seus direitos como consumidor. Vamos com a gente?

Nos siga nas redes sociais:

E também faça parte da nossa comunidade de consumidores que não deixam barato e querem fazer justiça.

Sobre o autor(a)